Grato pela preciosidade da liberdade

pela formosura que és viver-te

na fluição cotidiana que me proporciona.

 

Sabe?

Dar nó de gaiola no sofrimento?

Criar causação para a felicidade?

 

Sei que sabe!

Doeu entender o que você me dizia

mas fui bom aluno e você boa mestra.

 

Imaginamos paisagens disse o budinha

explicou que é algo como deixar eu ser quem sou

sempre viver amando as pequenas preciosidades

quando colheremos os frutos que a união proporciona.

 

 

 
.


0 comentário

Deixe uma resposta