Provérbios! Proverbinha…

Tem horas que a gente procura alguns deles e ela para tentar entender os fluxos da felicidade.

Pau que nasce torto, nunca se endireita.
Pau que nasce torto, até a cinza é torta.
Pau que nasce torto, morre torto.
Pau que nasce torto, não tem jeito, morre torto.
Pau que nasce torto vira lenha.

 

Pau que nasce torto, tarde ou nunca se endireita.

 

tirei daqui ó


1 comentário

Adenevaldo · janeiro 17, 2012 às 10:31 pm

Essa história de pau torto é tão antiga e ao mesmo tempo tão recente que não sei se evoluímos ou estamos no mesmo lugar de sempre e nem percebemos.

Deixe uma resposta