É sempre difícil encontrar meios interessantes e funcionais quando falamos de troca de conhecimento, labhackers, coletivos, etc.

As redes são bons criadores de modelos econômicos e de remuneração. Este que destaco hoje é do LabHacker e foi descrito pelo Pedro Markun na lista do Garoa Hacker Clube de São Paulo.

O modelo de remuneração da oficina foi: r$60 por 6 encontros. Pago 10 reais de volta por cada encontro que a pessoa for.

Muito interessante né?

  • Todos pagam pela oficina, massa porque de graça só na natureza.
  • quem faz a oficina vai colaborar, dado que o espaço é colaborativo. E vai receber por essa colaboração.
  • quem não for tudo bem, paga-se o oficineiro ou o espaço agradece 😉

Link da dica: https://groups.google.com/d/msg/hackerspacesp/H18yxGlPXsk/KHAqT5evgN0J

Link do LabHacker: https://www.facebook.com/labhacker

Falta só perguntar ao Markun se funciona 😉


0 comentário

Deixe uma resposta