Tô preocupado não, tem tanta gente assim já rs

Desde que sai de Itu e fui pro CRUSP me envolver com as Ciências Sociais, isso lá em 2000, já vi e ouvi tanta coisa…

Sempre polinizando entre os sistêmicos e os cartesianos, penso que tem humanidade em todo canto e como tenho muita dificuldade em escolher cantos…. ao final penso que é muita perda de tempo e recursos fortalecer processos hierárquicos em escala, há pouca diferença entre o presidente e o rei, a diferença é essencial pra quem tá no topo das crises, só quando estamos danados mesmo e nessas horas a gente já percebeu que a solidariedade pipoca do mesmo jeito que a violência

As coisas que quero me preocupar hoje são simplonas, nem vale a pena dialogar muito

Me preocupa mais minha mãe dormindo de boa, ou os servidores online 24h por 7 dando suporte às formiguinhas guerreiras, ou que as sementes cheguem a tempo na fertilidade, ou que políticas socioculturais sejam feitas fora dos escritórios, ou que minha turma consiga continuar rebolando e sorrindo mesmo ante tantas pressões

Nas cyorgs, as coisas sociais que interajo (e não são poucas), aprendo que só me encantam os olhos das mãos que vem com som nas falas que constroem felicidades desintencionadas

Resumindo: não importa quem vai “ganhar”, a gente tudo já começou perdendo quando desacreditou no próprio potencial de ação e delega responsabilidades vitais… começamos perdendo quando não percebemos que as políticas dependem da gente vivendo junto e não dos políticos.

No dia seguinte estaremos todos juntos, espero que de novo e de novo, construindo nosso ambiente

Então aproveitem a vivência disfarçada de democracia, exerçam o sigilo na urna e seu bom senso nas conversas, tô tentando o meu rs

e não sejam chat@s, claro! 🙌🏾✌🏿🌾


0 comentário

Deixe uma resposta