1. Inicio
  2. Uma casa para três ciências

Uma casa para três ciências

Há dificuldades em todos os cantos do planeta no desenvolvimento equilibrado dos sistemas habitacionais humanos que propiciem segurança e condições dignas de vida para todos os seres vivos  da Terra. Onde há dificuldade há também esforços para saná-la, pelas mais diferentes formas e caminhos emergentes de realização.

A difícil integração entre o Homem e a Natureza nos aglomerados residenciais humanos consolidou-se através dos tempos em um grande conjunto de conhecimento, consequências e boas práticas extensíveis à várias áreas do conhecimento e prática humana.

As tarefas e iniciativas de produção do cotidiano nestes ambientes residenciais são específicas para cada grupo cultural do planeta e variam conforme a capacidade de adaptação ao ambiente de cada um destes grupos sociais. Dependem da disponibilidade de acesso e compartilhamento do conhecimento interno, vívido de geração em geração, assim como do uso e apropriação das tecnologias quando na interação com o mundo.

Construir condições que permitam aglomerados de residências humanas e viver bem nelas são atividades historicamente espontâneas. Elas aconteceram em todos os lugares onde um homem e uma mulher se encontraram, ou onde iguais em gênero decidiram se estabelecer. É um desejo irrefreável no caminho da sobrevivência da espécie e diretamente determinante nas condições socioeconômicas globais.

Algumas das aplicações tecnológicas das sociedades contemporâneas tem dado mostras de que podem gerenciar globalmente o uso dos recursos naturais, otimizar a execução e proteção aos serviços ecossistêmicos e definir um caminho para as melhores práticas nas construções das unidades de Vida humana, as residências, a casa.

É preciso e possível motivar estas iniciativas em cada ponto e nos entrelaces do todo das relações humanas investindo em práticas de desenvolvimento das experiências de interação que sejam respeitosas com a biodiversidade.

A tarefa instiga e necessita da energia gerada na interação de todos os entrelaçados: nenhuma destas inovadoras aplicações tecnológicas pode executar todas as necessidades domésticas globais isoladamente. Isto é uma tarefa para enxames pois todos os pontos compartilham do mesmo espaço onde acontecem as suas relações individuais, o planeta Terra.

A tecnologia está a serviço do Homem para o auxiliar no cumprimento de seus objetivos, a inteligência pode orientar as experiências e o como fazer e os sentimentos dirão se os resultados são agradáveis ou os desejados.

Temos hoje a tecnologia necessária para a criação de um sistema de captura de informações dos serviços ambientais e, a partir deles, podemos otimizar o gerenciamento dos processos locais de todo o planeta na construção colaborativa de conhecimento e de condições de sustentabilidade a partir das unidades básicas de sobrevivência – as residências.

As aplicações práticas são diversas e os modelos teóricos aqui descritos tratarão de temas relacionados à padrões e orientações tecnológicas para a implementação em novos projetos, assim como a possíveis adaptações aos projetos já existentes. Os conceitos e conjunto de conhecimentos sobre o Humano, a Tecnologia e a Biodiversidade aqui levantados podem orientar também a execução de programas e políticas públicas ou institucionais de integração da infraestrutura tecnológica com o ambiente social familiar, com a residência e com o ambiente natural, o planeta Terra.

Articles

Etiquetas
Este artigo foi útil para você? Sim Não

Como podemos ajudar?