Resta essa imobilidade, essa economia de gestos
Essa intimidade perfeita com o silêncio
Estático, e essa pequenina luz indecifrável
Cheia de mansidão para com tudo quanto existe.

Categorias: Mulher

0 comentário

Deixe uma resposta